Apenas mais uma de amor (Anie e Henrique)

14:06


Anie

O sexo não precisa ser em lugares exóticos, ser tão diferente para ser incrível. Pelo que me lembro esse foi o sexo mais doce que já fiz, o amor que sinto por Henrique o deixou ainda mais verdadeiro. obviamente teve sacanagem, mas o amor foi o centro da relação. Somente com alguém que você confia plenamente você sente o prazer extremo.

Estávamos assistindo a nossa série favorita Game Of Thrones na TV por assinatura, em seus braços posso dizer me sinto incrivelmente segura. Estava em mais um momento perfeito, aninhada contra seu corpo assistia a história incrível da série. O episódio acabou, continuei olhando para a série e deixando todo amor me dominar, quando olhei para cima vi seu rosto tão lindo já me observando, com olhos felizes, cheios de afeto e desejo. Levei minha boca até a sua, dando beijos leves e aconchegantes em sua boca. Seu gosto me inebriava, tão doce, tão quente. Sua mão correu pelo lado de meu rosto, o traçando inteiro. Seus lábios passaram a explorar através de beijos todo meu rosto, meu pescoço. Minhas mãos corriam por seus ombros, indo e vindo em seus braços, até que ele me empurra de costas para a cama se alavancando em cima de mim, seus olhos quentes voltara-se para meus seios desnudos, sua boca desceu até o pico do seio. O beijou, lambeu em volta do mamilo, dando leves mordidas, levei minha mão até sua cabeça, pedindo com gemidos, e com as mãos o que queria que ele fizesse comigo. Então com um olhar repreendedor ele colocou minhas mãos acima de minha cabeça, ordenando-me sem palavras para deixá-las naquele lugar e não as mover. Continuou o assalto aos meus seios já tenros de tanto prazer. Foi descendo pelo meu corpo já nu de nossa brincadeira anterior, sua boca parou em meu estômago dando mordidas e lambendo logo após. Sua língua percorreu meu osso púbico, indo em direção a minha boceta já pingando de excitação, sua língua fez o primeiro assalto, seus beijos molhados naquela parte de meu corpo me levaram ao primeiro orgasmo. Então, o preservativo fora colocado em sua seta, e com um golpe lente ele invadiu meu corpo, nos fazendo suspirar de prazer.

-Oh meu Deus, isso é tão incrível, mais, por favor, mais- eu pedia, implorava para nunca parar-mais forte amor, por favor

-Não linda, vamos levar isso lento desta vez- falou com a voz rouca, sua testa vincada em concentração, suor descia por seu corpo, uma gota corria por seu ombro, fui até a gota e a tracei com minha língua

-Oh baby, não faça isso comigo, sua doce língua em mim pode me fazer perder o controle

-Então perca, me fode com força- implorava quase chorando de necessidade, mas sabia que seria lento e mesmo assim fantástico, sempre era. O amor, a luxúria e o desejo eram o trio perfeito para fazermos sexo.

Em golpes lentos e constantes ele construiu o orgasmo dentro de mim, e juntos chegamos ao ápice, gritando o nosso amor a quem quisesse ouvir.

Você também pode gostar

0 comentários