Um dia de lenha, um dia de... (Anie e Henrique)

22:27


Anie

Chegou em casa, suado de ter cortado lenha do lado de fora. Sua camisa com as marcas de suor, seu cenho franzido pelo esforço, minhas pernas se apertaram de excitação. Sua voz reverbou pela sala, dura e autoritária.

-Tire as roupas, agora!

Tentando soar atrevida, dei um sorriso frouxo e disse com uma voz quebrada- E se eu me negar?

Sua expressão irritada se aprofundou embora seus olhos estivessem injetados por divertimento.- Se você não tirar essas suas roupas eu mesmo as tirarei.

-De repente eu queira que você as tire- Falei ainda provocando.

Dois passos foram o suficiente para que ele viesse de seu lugar até meu encontro. Arrancou minha calça legging, minha camiseta foi literalmente rasgada do meu corpo. Estava em sua frente, utilizando apenas sutiã e calcinha. Ele respira com dificuldade, as mãos cerradas em punho.

-Tire o sutiã enquanto eu me dispo. 
Os próximos instantes foram corridos, suas roupas saíram com tamanha velocidade que quando estava terminado de retirar minha calcinha, um preservativo já estava em seu glorioso pau. Me levantou na mesa da cozinha, se colocando entre minhas pernas, enquanto uma mão guiava seu pau para minha abertura, a outra estava delicadamente em meu rosto. Seus olhos focados no meu conforme me possuía delicadamente e com força. Nossos olhos queimaram juntos no momento que estava completamente em mim. Sua mão esquerda agarrou meu cabelo com tanta força que quase doeu, então ele bateu em mim com sua mão direita, dando palmadas fortes conforme me comia com toda sua vontade. Gozei tão rápido e profundo que minhas pernas viraram geleia e meu cérebro se desliguei. Sua respiração se acelerou, assim como seus movimentos quando finalmente encontrou sua libertação. 

Entendi o que queriam dizer com a frase " Alcançamos o Nirvana nem que por alguns instantes por meio do orgasmo".

Você também pode gostar

0 comentários