Série The Sullivans- Livro 1- Um olhar de amor

11:18



Sinopse:

Chloe Peterson está tendo uma noite ruim. Uma noite realmente ruim. O machucado grande em sua bochecha pode provar isso. E quando seu carro patina para fora da estrada molhada em direção a uma vala, ela está convencida de que até o cara maravilhoso que a salvou do meio da tempestade deve ser muito bom para ser verdade. Ou ele é mesmo? Por ser um fotógrafo de sucesso que viaja frequentemente pelo mundo, Chase Sullivan tem seu jeito com mulheres bonitas, e quando ele está em casa, em São Francisco, um de seus sete irmãos normalmente está acordado para começar um pouco de diversão. Chase acha que sua vida é ótima do jeito que está — até a noite que encontra Chloe e seu carro destruído na rodovia Napa Valley. Não apenas nunca tinha conhecido alguém tão adorável, por dentro e por fora, mas como também percebe que ela tem problemas maiores do que seu carro batido. Logo, ele será capaz de mover montanhas por amor — e proteção — a ela, mas ela deixará? Chloe prometeu nunca cometer o erro de confiar em um homem novamente. Mas a cada olhar que Chase lança a ela — e a cada carinho doce e pecaminoso — conforme a atração entre eles sai faísca e esquenta, ela não pode fazer nada a não ser se perguntar se encontrou a única exceção. E apesar de Chase não perceber que sua vida mudaria para sempre em um instante, para melhor, ele não é o único a querer lutar por essa mudança. Ao contrário, ele está se preparando para uma luta... pelo coração de Chloe.

Opinião: Como leitora compulsiva dessa série devo confessar que comecei pelo livro 2, mas quando me peguei lendo o livro não sabia parar. Além de mostrar a força de Chole, representando a mulher que sofre abuso, temos o outro lado da moeda. Um homem especial, amoroso que a mantém em primeiro lugar, os homens bons que existem. Além de muito sexo e questões amorosas o livro te trás o conceito de família e aborda assuntos interessantes como machismo, agressão a mulher, e o impacto que os esteriótipo de corpo perfeito faz com as mulheres na sociedade.


Você também pode gostar

0 comentários