Profundamente Sua - Série Crossfire (Autora Sylvia Day)

12:56


Olá meus amores, prontos para mais uma resenha? É o segundo livro da série Crossfire. Confesso que

o livro me decepcionou um bocado, embora no final ele deixou aquele gostinho de quero mais. Se você não leu a resenha do primeiro livro clique AQUI e vá conferir. Faça download dos livros ou me peça por e mail. Um beijo e boa resenha!

Em Profundamente Sua a história é narrada em 1ª pessoa. É pela visão de Eva que começamos a entender melhor a história de amor conturbada do casal. Em Toda Sua, conhecemos um pouco sobre esse casal que vive uma relação desequilibrada. O que havia sido citado sobre o temperamento possessivo de Gideon no primeiro livro, é potencializado em Profundamente Sua. 

O casal passa a protagonizar muitos desentendimentos. Aquele casal que passava a maior parte do primeiro livro transando compulsivamente já não é mesmo. Nesse segundo volume, eles vivem  muitos conflitos que colocam em jogo o sentimento que sentem um pelo outro. É nesse ritmo que a história se desenrola. Logo, o tédio se instala e permanece até o meio do livro.

Felizmente, Sylvia Day desperta de sua apneia. Já não era sem tempo! Fiquei muito preocupada com o rumo que a história estava tomando. Seria uma punhalada no coração dos leitores apaixonados por essa série. Em Profundamente Sua, o trauma de Eva Tramell será muito bem explorado. A autora foca no trauma de Eva e passa a escrever praticamente um “romance policial”. É isso mesmo! E talvez seja esse o motivo de tamanho estranhamento com a nova abordagem que Sylvia Day passa a utilizar.

Outros pontos favorecem o bom desenvolvimento da história. Os personagens secundários passam a ter mais espaço e suas histórias começam a fazer sentido. Cary, o amigo bissexual de Eva tem o seu devido destaque. Como Eva e Gideon começam a protagonizar muitos conflitos, cabe a Cary amenizar toda a tristeza causada por Gideon na vida de sua melhor amiga. O pai e a mãe de Eva também surgem como peças fundamentais para o bom desenvolvimento do enredo. E como não poderia ser diferente, Gideon está ainda mais ciumento, possessivo e descontrolado. Teve certos momentos que o comportamento infantil de Eva me incomodaram bastante. Eu esperava muito mais. Sua condição fragilizada me pareceu equivocada em vários momentos.




Leia a resenha anterior AQUI
Curta a Fan Page do blog AQUI

Você também pode gostar

0 comentários