Cada um que faça sua parte

13:36

  Se cada um fizer a sua parte sera que ira melhorar? Certo dia estava na faculdade, na aula de
Sociologia da Comunicação, estavamos debatendo a respeito do individualismo no qual vivemos atualmente, mais especificamente estudando a Sociedade do Espetáculo. 

  Durante a aula foi nos oferecido exemplos de situações nas quais somos obrigados a entrar no padrão da socidade em geral. Tudo virou padronizado, gostos, ações e pensamentos. Pensar fora da "caixa" no atual momento é um ato revolucionário como jamais foi. Num determinado momento o professor nos deu o exemplo da fábula do beija-flor, todos devem conhecer. Mas se não, aqui vai um resumo retirado do site "Truco":

"Houve um incêndio na floresta e enquanto todos os bichos corriam apavorados, um pequeno beija-flor ia do rio para o incêndio levando gotinhas de água em seu bico. 
O leão, vendo aquilo, perguntou para o beija-flor:  
"Ô beija-flor, você acha que vai conseguir apagar o incêndio sozinho?"  
E o beija-flor respondeu:  
"Eu não sei se vou conseguir, mas estou fazendo a minha parte".

  A questão é que mediante a alienação vivida nos dias atuais, todos tendemos a ficar emocionados a ter os olhos embarcados em lágrimas como diria o professor. Mas então, por que esse exemplo? O Beija-flor, foi altamente individualista, se apegando a ideia de que se ele fizesse sua parte já bastaria, sem ter por ideia mobilizar os outros animais da floresta para que se juntassem a ele, aumentando a possibilidade de salvamento da floresta. Situações como essa ocorrem no nosso cotidiano, ficamos presos a ideia de que "se eu fizer a minha parte já é muito', e não, não é. Como saber qual a sua parte? Recebeste memorandos informando como agir, ou o que fazer para se organizar diante toda a sociedade? Sim, você deve agir com consciência, mas deve mobilizar para que se juntem a você. A união faz a força, ela é a força. Com individualismo não se conquista absolutamente nada. 

Você também pode gostar

0 comentários