O mundo acaba amanhã!

15:10

Fonte: www.dvdmagazine.com.br
  Você já parou para pensar o que faria, qual seria sua reação e suas ações se o mundo acabasse amanhã? Você pediria desculpas? Deixaria o orgulho de lado e viveria o simples da vida? Que tal refletir sobre isso?

  Todos dizem que a vida é feita de momentos, e são esses momentos que a fazem ser tão grandiosa e majestosa como é. Cada momento da vida é inesquecível a sua própria forma, alguns servem de exemplo para bons momentos e outros de experiência para evitar um segundo erro. Mas a questão é que a vida é um presente. Seja você religioso, ou não. Seja você pessimista ou otimista, apenas admita o quão privilegiado és por acordar todos os dias e ver o céu. Não é um sermão de auto conscientização, isso é um pedido de reflexão. 

  Se o mundo acabasse amanhã, provavelmente você iria até aquela pessoa que ama e declararia seu amor, pediria perdão, desculpas para quem enganou ou magoou. Jogaria tudo para o alto e assumia seu verdadeiro "eu". Diria suas opiniões, realizaria desejos e sonhos secretos. Realizaria bondade, daria um prato de comida para quem necessita, doaria seu tempo para ajudar um cãozinho que na rua chora por frio. 

  Não, amanhã não é fim do mundo. Você ainda terá muitos dias para enfrentar. Mas que tal enfrentar cada dia a partir de agora como se no outro o mundo fosse terminar? Afinal não se pode prever a morte nem o fim de tudo, mas pode se realizar grandes ações, que serão momentos e mudará a vida de alguém. Olha que lindo isso não? Vá até a pessoa que ama e declare seu amor, não apenas hoje ou amanhã, mas todos os dias! Peça desculpas pelos seus erros e não tenha vergonha disso, tenha orgulho de ser alguém que se preocupa o suficiente para não ser perfeito. Revele-se! Seja quem você é, como diz a cantora Pitty "Seja você, mesmo que seja estranho". E sim, seja estranho! Porque ser normal, ser senso comum? Fuja dele aliás. Curse o curso que quiser na faculdade, vá atrás da carreira dos seus sonhos, diga que tem atração por alguém do mesmo sexo. Isso tudo não é defeito, é coragem. Ajude quem precisa quando puder, mas não ajude por obrigação. Pare e observe a pessoa que ajudou, olhe no fundo dos seus olhos e sinta o calor de ser necessário. Ajude um animal indefeso, ou pelo menos não o prejudique. 

  Mude sua vida, um dia de cada vez. E cada dia como se fosse o último. Seja dono de si mesmo e da sua verdade, mas não leve cada bobagem do cotidiano para o lado pessoal, não se deixe magoar com facilidade. Não existe uma receita secreta para a felicidade, mas tenho fé que consigamos trilhar o caminho para encontrá-la todos os dias. Nem que um pouquinho. 

*Agradecimento especial ao meu querido amigo Leandro, companhia de "peleia" em ônibus após a faculdade. Sem você esse post não existiria.

                       O que poderia lhe salvar?



Você também pode gostar

0 comentários