Bolacha, cadê o biscoito?

15:38

Como consegues bolacha não sentir saudades de ser biscoito? De estar com sua outra parte, de juntos serem um nós?
Como é possível que exista uma memória tão curta, capaz de excluir momentos, de esvaziar sentimentos e de colocar substitutos?
De que adianta um copo cheio de gelada se ao deitar ninguém vai te oferecer um copo de água?
De que te adianta bolacha aquelas centenas de curtidas em redes sociais se ao despedir se ninguém vai sonhar contigo? Torcer por ti, orar por ti?
Oh bolacha não se engane, uma resa, uma oração, uma energia positiva não faz mal a ninguém. Não importa se não acreditas.
De que adianta bolacha estar rodeado de gente e mesmo assim estar só?
Bolacha, bolacha... Oh bolacha, cadê o seu biscoito?

Você também pode gostar

0 comentários