domingo, 10 de janeiro de 2021

SEM CRER, EU OREI POR NÓS DOIS

 Sabe quantas vezes eu orei e imaginei nós dois juntinhos? 


Sonhava com a minha gravidez, a nossa casinha (podia ser alugada, viu?!). 

Imaginava nossa rotina juntos. A nossa parceria. 


Tramava surpresas quentes para você (e daquelas de fazer uma comidinha que tu amava - maionese era aposta certa!). 


Eu tentei! Meus Deus como eu tentei!


Eu me permiti não ter vergonha.


Testar meus limites sexuais e confesso, fazer algumas coisas porque você queria. 


Aprendi a ser MULHER com você. E a amar de um jeito que nunca havia amado antes. 

O sexo me preencheu como nunca nada antes havia. 

E o teu sorriso de canto, sacana e meio esquisito era o que me molhava as calcinhas…


Uma história bonita, sexy e romântica. Banhada pela luxúria que nos persegue…

Como o fogo que nos banha na cama.


E a rima, as regras ou o ritmo

Nada aqui importa


Pois como todo texto que de mim saí

É a alma dessa que um dia te disse VAI


Nenhum comentário:

Postar um comentário