Crise dos 18 anos

13:53


  Você obviamente já deve ter ouvido falar na tal crise dos "30 anos" de idade certo? Mas e na crise

dos 18 anos, já ouviu falar?

  A situação toda acontece quando obviamente, o individuo completa 18 anos de idade. Até então possivelmente não adquiria tantas responsabilidades, não tinha a carga do "ser de maior". Ao completar seus tão esperados 18 anos, em um primeiro momento fica eufórico. Dois minutos depois cai na real, e se surpreende ao descobrir que continuará saindo a mesma quantidade de meleca do seu adorável nariz. Porém, não é como todos dizem: "Fazer 18 anos não faz diferença nenhuma, tudo continua igual". MENTIRA! Iniciar a fase adulta faz com que as responsabilidades se aflorem, a pressão das pessoas aumente e o medo de não ser útil transborde.

  Com 18 anos você passa a perceber que festas e dormir a tarde toda já não é o que era antigamente, a necessidade de ganhar o próprio sustento se faz mais presente do que nunca, mas julgo que principalmente a obrigatoriedade em se encontrar. É nessa fase da vida que o sujeito procura com o maior fervor um sentido em ser quem é, porque gosta disso ou daquilo, e se as escolhas que tomou até então são as corretas. Não bastasse tudo isso, é necessário tomar a terrível decisão: "O que eu vou ser, qual carreira seguir?". Essa fase da vida parece consistir apenas em perguntas, mas que bom que é assim, afinal são as perguntas que movem! A pressão de decidir o curso que irá enfrentar pelos próximos 3, 4 anos de sua vida passa a se fazer presente, o trabalho passa a ser praticamente obrigatório, assim como relações com os que lhe cercam.

  As relações passam a ser cada vez mais fragmentadas, apenas as verdadeiras permanecem. É nesse momento também, que se descobre quais relações construídas até então são verdadeiras, quem seguirá com você e quem você deixará passar para a próxima estação. É a crise.

  18 anos, o "ser de maior". A fase mais esperada pela maioria dos jovens, mas também a mais cheia de perguntas e acontecimentos que serão marcantes. Se segure no que acredita, fé, energias, o que for que lhe acalentar. Se prepare, pois a crise não dura apenas 12 meses até que complete 19, dura até o momento que você firmar o seu verdadeiro eu, e mais importante, aceitá-lo.

*Esse texto pertence ao projeto "Blogagem Coletiva", do grupo "Irmandade das Blogueiras".

Você também pode gostar

0 comentários